O PROJETO

Animadores de juventude e PromocÃo do Património Rural

YRP é um projeto transnacional inovador desenvolvido no âmbito do programa Erasmus + EU (Ação: “Cooperação para inovação e intercambio de boas práticas – Capacitação na área dos jovens”) coordenado pela Cámara de Comercio e Industria para España e tem como missão atualizar as habilidades de animadores de juventude através da realização de atividades de carater informal e não-formal, tal como promover o uso das TIC’s, de acordo com a estratégia da Europa 2020.

Grupo alvo direto YRP :

Animadores de juventude em meio rural, que estão em contacto com jovens durante as suas atividades diárias e pertencem a organizações públicas e privadas. Eles vão ativamente fazer parte do projeto e da sua implementação (participação em entrevistas com parceiros, curso de pré-partida, trabalho-sombra, cursos de treino e seguimento, atividades de disseminação).

Grupo alvo indireto YRP:

Lideres da juventude, jovens treinadores, associações de jovens, centros educacionais e de treino de devenvolvimento rural/TIC’s/promoção de património cultural, camaras de comércio, PME’s em meio rural, organizações/associações dos mesmos temas, entidades públicas em meios rurais, universidades, jovens e pessoas interessadas nas áreas dos projetos.

O projeto terá impacto positivo em:

Grupo alvo direto

  • Melhoramento de competências e habilidades em animadores de juventude na Europe e extra Europa.
  • Promoção de debates construtivos, pensamento orientado e com conteúdo e iniciativas criativas em áreas rurais.

Em organizações parceiras

  • Aumento de troca de ideias em diferentes instituições e organizações não-governamentais em áreas rurais.
  • Promoção de capacitação de habilidade de organizações ativas na área de jovens em meio rural pela Europa e não só.
  • Trazer ideias de jovens para agendas institucionais a nível local/regional e nacional.

Fazer animadores de juventude e parceiros viajar para diferentes países leva a

  • Aumento de coesão europeia e global e multiculturismo.
  • Adotar oportunidades de treino não-formal e informal para animadores de juventude em áreas rurais.
  • Realçar cooperação entre diferentes atos no meio e organizações.
  • Aumentar competitividade e cooperação de PME’s em meio rural, associações e aumento da cooperação de indústria entre jovens em áreas rurais da zona Euro e extra.

Em projetos de juventude

  • Aumentar a sensibilização para a importância dos projectos Erasmus + Juventude nas zonas rurais.
  • Ênfase para a necessidade de treinar animadores de juventude nas áreas rurais.
  • Desenvolver e divulgar conceitos e metodologias na área da aprendizagem informal e não formal.
  • Familiarização com as principais características e prioridades do programa Erasmus + Juventude.
  • Reforço da dimensão europeia e transnacional dos projectos.

PARCEIROS

O YRP é uma ampla iniciativa transnacional que reúne 9 parceiros da UE e de países extra-comunitários (Espanha, Portugal, Polônia, Itália, Argentina e Brasil) com diferentes especializações.

  • Três organizações activas na educação e formação: Instituto Cultural de Évora - ICE (Portugal), Associação ARID (Polónia), Programa Educativo Tiber Umbria Comett - TUCEP (Itália).
  • Uma administração pública local: Cabildo de Gran Canaria - CGC (Espanha).
  • Uma associação apoiando o desenvolvimento sustentável na região amazônica: Amigos da Terra-Amazônia Brasileira (Brasil).
  • Uma instituição pública de ensino formal: Universidade Nacional de Rosário - UNR (Argentina).
  • Três Câmaras de Comércio: Câmara de Comércio e Indústria Italiana para a Espanha - CCIS (Espanha), Câmara de Comércio Italiana para Portogallo - CCIP (Portugal), Câmara de Comércio Italiana de Rosário - CCIR (Argentina).

SPAIN

COORDENADOR

PORTUGAL

POLAND

ITALY

ARGENTINA

BRAZIL

OBJETIVOS

O projeto aborda duas das seis prioridades de desenvolvimento rural apoiadas pela ENRD (Rede Europeia para o Desenvolvimento Rural, período de programação 2014-2020): Prioridade 1 (Knowledge Transfer and Innovation) e 6 (Promover a inclusão social, redução da pobreza e (Knowledge Transfer and Innovation).

O principal objetivo do projeto é valorizar as tradições agrícolas locais e o património rural através da criação de um novo perfil profissional para animadores de juventude: “Innovation Advisor for cultural heritage’s promotion in rural areas”, capaz de usar ferramentas digitais para sensibilizar as populações rurais. património cultural, especialmente entre os jovens e os principais atores ativos nas áreas do projeto.

O projeto prevê o envolvimento dos animadores de juventude das zonas rurais como grupo-alvo direto, proporcionando-lhes os conhecimentos, as competências e as competências necessárias para ajudar os jovens a responder aos desafios das zonas rurais.

Eles participarão ativamente de todas as fases de implementação do projeto (curso de e-learning, curso de pré-partida, acompanhamento de tarefas, curso de treinamento e acompanhamento, atividades de disseminação).

O objetivo específico do projeto é criar um novo perfil profissional: “Innovation Advisor for cultural heritage’s promotion in rural areas”.

A sua principal tarefa será reforçar a valorização do património rural através do uso de competências digitais adequadas.

O projeto visa responder aos principais desafios que as áreas rurais enfrentam atualmente:

Os objetivos específicos do projeto são:

  • Sensibilizar os animadores de juventude e as comunidades locais sobre a importância do património rural para impulsionar o crescimento económico, a inclusão social e a diversidade cultural nas zonas rurais Ler mais
  • Promover o patrimônio rural e atividades para orientar a criatividade e a inovação
  • Aumentar o uso do empreendedorismo e das competências digitais entre os animadores de juventude nas zonas rurais para promover o património rural
  • Aumentar a disponibilidade de jovens profissionais competentes para apoiar a transição para uma economia sustentável e inovadora nas zonas rurais.
  • Dar prioridade à formação não formal e informal, especialmente dirigida aos animadores de juventude e jovens desfavorecidos em busca do seu primeiro emprego nas zonas rurais.
  • Estabelecer mecanismos para facilitar a conscientização dos trabalhadores jovens sobre a importância do patrimônio cultural e das TIC, e das tendências do mercado de trabalho nas áreas rurais.